Memórias

“[Busquemos o] inventário de uma vida repartida”, Santiago.

Buscar no sótão e porão de si mesmo
Memórias reais e lacunas preenchidas.
Encontrar no espelho de outros olhos o seu próprio reflexo.
Lembranças diluídas em diferentes olhares
Que contam versões de uma mesma história
E histórias perdidas em olhos que se fecharam.
Contradições, detalhes…
Juntar fragmentos, somatória de histórias.
Partes que se completam.
Inventário de uma vida repartida.

ede0755338e6a4e41de86c09614db4f9_decorative-underline-clipart-clipartfest-drawing-art-_370-370

IMG-20190326-WA0007

Gislene Santiago, quase alguma coisa Quasímodo… Ou, mãe da Laís.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s