Assista “Merlí”!

“Nada do que é humano me é estranho”, Terêncio.

– Ixe, lá vem professor de filosofia recomendar série sobre o assunto. Acalme-se jovem navegante. Não se trata de uma história chata, com gente chata fazendo coisa chata. Merlí é o que a Malhação dos tempos áureos – até onde isso é possível kkk – devia ser. Apesar daquela corujinha clichê rondando os episódios, a série tem bom conteúdo.

Portanto, aqui vão 5 motivos pelos quais todos (?) deveriam assistir Merlí:

1. Existe a preocupação de visitar as ideias primárias dos pensadores. A produção poderia tratar filosofia de forma estereotipada, como debate de temas aleatórios onde não se chega a conclusão alguma; ainda bem que não trata. Todo episódio parte da teoria de um pensador, e isso educa, ainda que de forma superficial.

2. O conteúdo informativo é bastante alinhado às tramas. Não soa artificial. Se o objetivo é refletir sobre a mentira, então algo na história de alguma personagem permitirá nosso envolvimento com a temática. De fato este é um método muito qualificado; sabemos que as pessoas aprendem mais quando estão comprometidas com as situações.

3. Diversidade de tópicos. Tomemos como exemplo apenas os quesitos relacionamento, sexualidade e gênero. Em Merlí você encontra: virgindade, homossexualidade, bissexualidade, transgênero, relação abusiva, maternidade solo, relacionamento aberto e etc. – Ah! Que forçação!; Não. Eles passam por nós de maneira bem fluida.

4. Há uma conexão entre a filosofia e a realidade das pessoas. Numa sociedade onde o filósofo ainda é execrado ante o pretexto da falta de clareza, é ótimo ver um seriado onde turma e professor dialogam, se entendem mutuamente e conseguem dar vazão às ideias. Na terapia ou no auxílio das decisões, filosofia faz parte da vida prática, oras.

5. Por último sempre (?) o melhor: a personalidade de Merlí. Longe de ser frio como uma calculadora, ele é mulherengo, debochado, independente, subversivo e provocador. Por outro lado, companheiro, solidário, empático, pai. Impossível não se emocionar ou se identificar com essa pessoa. Aliás, inspirado, digo: “nada do que é humano me é estranho”.

ede0755338e6a4e41de86c09614db4f9_decorative-underline-clipart-clipartfest-drawing-art-_370-370

WhatsApp Image 2018-11-06 at 15.14.36

Fábio Coronel, professor e músico iludido. Idealizador do projeto Autonomia EaD | Divulgação Filosófica.

2 comentários sobre “Assista “Merlí”!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s